Pesquisar conteúdo deste blog

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Ecos de raios X de Circinus X-1 | X-ray Echoes from Circinus X-1


Circinus X-1 é uma estrela binária de raios X conhecida por sua variabilidade errática. No bizarro sistema Circinus X-1, uma densa estrela de nêutrons, remanescente colapsada de uma explosão de supernova, orbita junto a uma estrela companheira mais comum. 

Observações da binária de raios X em meses após  uma intensa labareda de raios X da fonte, em 2013, progressivamente revelaram impressionantes aneis concêntricos - brilhantes ecos de luz em raios X vindos de quatro nuvens intermediárias de poeira  interestelar. 

Nesta composição óptica e de raios X , os montes de dados de imagem do Observatório Chandra de Raios X  mostrando parciais contornos dos aneis  são em cores artificiais. Notavelmente, a cronometragem dos ecos de raios X, juntamente com as distâncias conhecidas até as nuvens de poeira interestelar, determina a antes altamente incerta distância até Circinus X-1, de 30.700 anos-luz.

Tradução de Luiz Leitão da Cunha

Circinus X-1 is an X-ray binary star known for its erratic variability. In the bizarre Circinus X-1 system, a dense neutron star, the collapsed remnant of a supernova explosion, orbits with a more ordinary stellar companion. 

Observations of the X-ray binary in months following an intense X-ray flare from the source in 2013 progressively revealed striking concentric rings - bright X-ray light echoes from four intervening clouds of interstellar dust. 

In this X-ray/optical composite, the swaths of Chandra Observatory X-ray image data showing partial outlines of the rings are in false colors. Remarkably, timing the X-ray echoes, along with known distances to the interstellar dust clouds, determines the formerly highly uncertain distance to Circinus X-1 itself to be 30,700 light-years.

Nenhum comentário:

Postar um comentário