Pesquisar conteúdo deste blog

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

A Nebulosa da Lagoa


A grande e majestosa Nebulosa da Lagoa abriga muitas jovens estrelas e gás quente. Estendendo-se por 100 anos-luz de diâmetro embora situada a apenas cerca de 5.000 anos-luz da terra, a Nebulosa da Lagoa é tão grande e brilhante que pode ser vista sem o auxílio de telescópio, na direção da constelação de Sagitário

Muitas estrelas brilhantes são visíveis de NGC 6530, um aglomerado aberto que se formou na nebulosa há apenas alguns vários milhões de anos. A nebulosa maior, também chamada M8 e NGC 6523, é denominada "Lagoa" devido à faixa de poeira visível à esquerda do centro do aglomerado aberto. 

Um brilhante nó de gás e poeira existente no centro da nebulosa é chamado Nebulosa da Ampulheta. A foto mostrada é um panorama de M8 recém-processado, captando o equivalente a cinco vezes o diâmetro da Lua. A formação estelar prossegue na Nebulosa da Lagoa, conforme testemunhado pelos vários glóbulos lá existentes.

Tradução de Luiz Leitão

The large majestic Lagoon Nebula is home for many young stars and hot gas. Spanning 100 light years across while lying only about 5000 light years distant, the Lagoon Nebula is so big and bright that it can be seen without a telescope toward the constellation of Sagittarius

Many bright stars are visible from NGC 6530, an open cluster that formed in the nebula only several million years ago. The greater nebula, also known as M8 and NGC 6523, is named "Lagoon" for the band of dust seen to the left of the open cluster's center. 

A bright knot of gas and dust in the nebula's center is known as the Hourglass Nebula. The featured picture is a newly processed panorama of M8, capturing five times the diameter of the Moon. Star formation continues in the Lagoon Nebula as witnessed by the many globules that exist there.

Nenhum comentário:

Postar um comentário