Pesquisar conteúdo deste blog

sábado, 15 de março de 2014

Vídeo: O Sol em rotação



O Sol se modifica enquanto gira? Sim, e as mudanças podem variar de sutis a impressionantes. Nas sequências de lapso temporal acima, nosso Sol — como filmado pelo Observatório de Dinâmica Solar da NASA — é mostrado girando durante todo o mês de janeiro. 

Na grande imagem da esquerda, a cromosfera solar é representada em luz ultravioleta, enquanto a imagem menor e mais clara à sua direita, acima, mostra simultaneamente a fotosfera, mais conhecida, em luz visível

No resto do inserto, seis imagens do Sol ressaltam emissões de raios X por átomos de ferro, relativamente raros,  localizados a diferentes altitudes da  corona, todas coloridas artificialmente para acentuar as diferenças. O Sol leva pouco menos de um mês para completar uma rotação — girando mais rápido no equador. 

Uma grande e ativa região de manchas solares gira para o campo de visão logo após o início do vídeo.Os efeitos sutis incluem mudanças na textura da superfície e as formas de regiões ativas. Entre os efeitos impressionantes há inúmeros clarões em regiões ativas, e proeminências tremulando e irrompendo, visíveis por toda a borda do Sol. Neste ano nosso Sol está próximo ao máximo de seu  ciclo Solar  de 11 anos de atividade magnética

Quando o vídeo termina, a mesma grande e ativa região de manchas solares anteriormente mencionada surge de volta no campo de visão, desta vez com aparência diferente.

Tradução de Luiz Leitão


Does the Sun change as it rotates? Yes, and the changes can vary from subtle to dramatic. In the above time-lapse sequences, our Sun — as imaged by NASA's Solar Dynamics Observatory — is shown rotating though the entire month of January. 

In the large image on the left, the solar chromosphere is depicted in ultraviolet light, while the smaller and lighter image to its upper right simultaneously shows the more familiar solar photosphere in visible light. 

The rest of the inset six Sun images highlight X-ray emission by relatively rare iron atoms located at different heights of the corona, all false-colored to accentuate differences. The Sun takes just under a month to rotate completely— rotating fastest at the equator. A large and active sunspot region rotates into view soon after the video starts. Subtle effects include changes in surface texture and the shapes of active regions. Dramatic effects include numerous flashes in active regions, and fluttering and erupting prominences visible all around the Sun's edge. 

This year our Sun is near its Solar maximum activity of its 11-year magnetic cycle. As the video ends, the same large and active sunspot region previously mentioned rotates back into view, this time looking differently.

Nenhum comentário:

Postar um comentário