Pesquisar conteúdo deste blog

domingo, 29 de setembro de 2013

Equinócio na Terra




De uma órbita geoestacionária de 36.000 quilômetros acima do equador, o satélite meteorológico russo Elektro-L obtém imagens em alta resolução de nosso agradável  planeta a cada 30 minutos. Mas apenas duas vezes por ano, durante os equinócios, ele consegue captar imagens como esta, mostrando um hemisfério inteiro banhado pela luz solar. 

Nos equinócios,  o eixo de rotação da Terra não está inclinado em posição aproximada ou afastada do Sol, de forma que a iluminação solarpode se estender até ambos os polos do planeta. Claro, esta foto do Elektro-L foi tirada em 22 de setembro, quando ocorre o equinócio de outono no hemisfério norte. 

Por um momento naquele dia, o Sol ficou atrás do satélite geoestacionário, e  um revelador brilho de luz solar pode ser visto cruzando o equador, na localidade do planeta com o satélite e a  luz solar incidindo diretamente de cima.

From a geostationary orbit 36,000 kilometers above the equator, Russian meteorological satellite Elektro-L takes high-resolution images our fair planet every 30 minutes. But only twice a year, during an Equinox, can it capture an image like this one, showing an entire hemisphere bathed in sunlight. 

At an Equinox, the Earth's axis of rotation is not tilted toward or away from the Sun, so the solar illumination can extend to both the planet's poles. Of course, this Elektro-L picture was recorded on September 22nd, at the northern hemisphere's autumnal equinox. 

For a moment on that date, the Sun was behind the geostationary satellite and a telltale glint of reflected sunlight is seen crossing the equator, at the location on the planet with satellite and sun directly overhead.




Nenhum comentário:

Postar um comentário